em Blog

Um bom gestor é aquele que sai da sua zona de conforto e busca exponenciar melhorias nos processos de sua empresa. Para isso, se vale de estratégias que convergem criatividade e inovação tecnológica.

Nesse cenário, o blockchain — uma das tecnologias mais comentadas atualmente — desponta como um poderoso aliado, já que pode auxiliar em diversas tarefas organizacionais. Neste artigo, explicaremos como esse sistema pode impactar positivamente o seu negócio. Confira!

O que é blockchain?

Em termos muito resumidos, ele se configura como uma estrutura de dados, na qual existem blocos encadeados e validados entre si. Em cada um deles há transações que podem carregar muitas informações. Ele é, então, como um grande livro de registros, no qual pessoas com autorização prévia podem registrar tudo em tempo real.

Isso é possível porque ele reúne um conjunto de tecnologias relacionadas ao armazenamento e à estruturação de dados, aos protocolos de comunicação e, principalmente, à criptografia. Por conta disso, tornou-se sinônimo de segurança digital e ganhou popularidade no mercado de transações financeiras envolvendo criptomoedas.

A princípio, ele surgiu como um mero facilitador, mas, aos poucos, várias empresas perceberam como essa tecnologia pode agilizar processos, deixando-os mais simplificados, rápidos e seguros.

Quais são as melhorias nos processos da empresa proporcionadas pelo blockchain?

Registrar transações com confiabilidade

Uma das grandes potencialidades do blockchain é mudar a forma como as pessoas interagem com e registram as informações — o que também se aplica às transações financeiras. Não à toa, essa tecnologia ganhou notoriedade mundial justamente pelo modo disruptivo de lidar com dados de operações com o bitcoin, a moeda digital mais negociada do mundo.

Em linhas gerais, pode-se dizer que ele funciona a nível de infraestrutura. Na maioria dos casos, as empresas mantêm um banco de dados próprio e se dispõem a documentar seus processos e transações de maneira específica, internamente. Com o blockchain, no entanto, torna-se possível criar uma base de dados compartilhada entre diversas instituições.

Assim, é possível verificar se a informação sobre uma transferência está correta, com menos gargalos e ruídos no processo. Como seus registros são irrefutáveis e imutáveis, esse tipo de plataforma não exige confiança ou coordenação entre partes interessadas ou contrapartes, como fornecedores e reguladores. Um artigo publicado pela Thomson Reuters exemplifica essa aplicação no contexto do comércio exterior, por exemplo.

Gerir contratos de maneira inteligente

Como ela proporciona a desburocratização em uma série de processos, não é difícil de imaginar como esse sistema pode ser útil para gerir contratos com maior agilidade e assertividade.

Essa necessidade se torna ainda mais latente se considerarmos o alto número de fraudes associadas à assinatura de contratos. A assinatura de contratos online, disponibilizada a partir da identidade blockchain, é uma alternativa para contornar o problema.

Aliás, o próprio registro de autenticidade de um contrato se torna algo mais descomplicado pela utilização dessa plataforma. Afinal, a forma mais tradicional de fazer isso é se dirigir ao cartório e pedir cópias autenticadas de um documento. No entanto, esse procedimento tem um custo e demanda tempo, enquanto com o blockchain é possível fazê-lo sem sair de casa e com muito mais praticidade para a sua empresa.

Identificar sistema de registro pessoal e senhas

Algumas plataformas especializadas na tecnologia oferecem um serviço muito relevante para a segurança da informação nas empresas: a identidade blockchain. Ela utiliza de uma avançada criptografia, formada por chaves assimétricas em um app. A ideia é fazer a validação da identidade dos usuários em diferentes etapas, a fim de tornar esse processo ainda mais seguro.

A identidade é única e permite que o usuário em questão realize diversas ações na internet, como fazer login sem senha em um site e registrar um perfil sem o preenchimento de formulários cadastrais.

Mitigar riscos de fraudes

A maior facilidade de auditar transações financeiras da empresa já implica um risco menor de fraudes na empresa. Além disso, os documentos armazenados no blockchain não podem ser removidos ou alterados do sistema, ou seja, isso garante que a informação registrada é autêntica.

A forma como o armazenamento se dá também é fundamental para a prevenção contra atividades fraudulentas. Afinal, as informações ficam concentradas em apenas um ponto de vulnerabilidade. Na prática, algo registrado em uma plataforma dessas tem diversas cópias em servidores diferentes. Isso dificulta muito o ataque de hackers, por exemplo, já que a ação deles é facilitada quando acertar apenas um alvo — uma única base de dados — basta.

Vale lembrar que a rede também promove o registro de dados de modo criptografado, o que impede o acesso de terceiros aos documentos e arquivos nela registrados. Outro ponto que merece destaque nesse sentido é a possibilidade de verificar a data e horário em que um registro foi feito (o chamado timestamp). Assim, fica mais fácil rastrear e auditar todos os processos internos.

Reduzir os custos operacionais

A redução dos custos operacionais é uma das melhorias mais buscadas pelos gestores. Com a tecnologia do blockchain, cresce a viabilidade para atingir essa meta, principalmente no que diz respeito à gestão de cadeias de suprimentos, de contratos, entre outros processos.

Como se demanda muito dinheiro para todos esses processos, o blockchain possibilita que tudo fique mais fluido e apreensível, sem a necessidade de deslocamento, taxas pagas aos intermediadores (bancos e financeiras) e assim por diante.

Gerir com eficiência pagamentos e moedas

Atualmente, transferências entre diferentes bancos são extremamente custosas e demoradas. Transações nacionais podem levar até cinco dias para serem consolidadas, enquantos as internacionais podem demorar mais de uma semana. Nessas últimas, além disso, são cobradas taxas que podem chegar a 10% do valor transferido.

Um processo básico, como o pagamento dos colaboradores, pode ser menos burocrático e palpável com o auxílio dessa rede. Não por acaso, a Organização Internacional de Normalização (ISO) começou a desenvolver um estudo sobre o blockchain e suas tecnologias adjacentes em agosto de 2017.

A tendência é que, com a padronização, apareçam novos modelos e a utilização do sistema fique ainda mais ampla e escalável, o que implicará a redução de custos não só em sua implementação, mas também nos processos aos quais se relaciona direta ou indiretamente.

O blockchain usado para as transações de bitcoin, por exemplo, foi o primeiro a ser evidenciado. Ele está ativo há quase 10 anos e até hoje ninguém conseguiu desconstruir sua estrutura ou encontrar uma falha interna.

Diminuir os custos operacionais e desburocratizar são duas realidades que o blockchain oferece. Por meio dessa tecnologia, as melhorias nos processos de sua empresa serão contínuas, o que contribui para a obtenção dos resultados almejados. Lembre-se de que uma empresa, ao investir em inovação, amplia as possibilidades de novas ofertas e aumenta seu valor no mercado

Com uma plataforma automatizada e amigável, a OriginalMy é pioneira em blockchain no Brasil. Para saber mais a respeito, entre em contato conosco.