em Blog, Imprensa, Notícias

Com foco na melhoria da governança, a OriginalMy participou do Focus Group da ONU sobre aplicações de DLT – tecnologia de registro distribuído.

A União Internacional de Telecomunicações (UIT), uma agência especializada das Nações Unidas (ONU) para as tecnologias de informação e comunicação, realizou a 6ª reunião do Focus Group de 1º a 4 de abril em Madri, Espanha. A OriginalMy foi selecionada como um caso de uso relevante para impacto social, e seu CEO, Edilson Osório, apresentou a empresa ao Focus Group na tarde do segundo dia.

Osório destacou as muitas conquistas da startup, que foi fundada em 2015 e vem consistentemente entregando produtos concretos. Entre eles estão a primeira eleição baseada em blockchain no Brasil, na qual a nova diretoria da Associação Brasileira de Fintechs foi escolhida, e a certificação em blockchain dos primeiros nascimentos e casamentos no país – incluindo a primeira união entre pessoas do mesmo sexo.

A OriginalMy tem estado fortemente envolvido na vida pública no Brasil desde o início. Em 2018, um plugin desenvolvido pela startup para combater notícias falsas foi amplamente utilizado durante as eleições presidenciais. No mesmo contexto, um candidato usou a plataforma para registrar seu plano de governo, aproveitando a imutabilidade e a transparência do blockchain. Finalmente, em 2019, o Tribunal de Justiça de São Paulo decidiu que as provas coletadas usando a tecnologia são válidas, podendo fornecer prova de existência e autenticidade de conteúdo da web.

Ser selecionado pela ONU serve como mais uma confirmação de que estamos usando a tecnologia blockchain para resolver problemas do mundo real. Como Osório explicou:

O impacto dessa seleção nas atividades atuais e futuras da OriginalMy é claro: ter o reconhecimento da ONU como um caso de uso real da tecnologia blockchain, que causa impacto social positivo e muda a vida das pessoas para melhor, abre muitas portas para nós. Isso é especialmente verdade porque somos parte de um setor no qual a credibilidade e a confiança são absolutamente essenciais.

A OriginalMy também foi apresentada em outro caso do Focus Group, o projeto Mudamos. Por meio do aplicativo, que utiliza os mecanismos de identificação e assinatura desenvolvidos por nós, cidadãos brasileiros podem assinar projetos de lei de iniciativa popular com praticidade e segurança. Pela Constituição brasileira, se um projeto de lei for assinado por mais de 1% do eleitorado, ele deve ser votado pelo legislativo. Milhares de assinaturas já foram coletadas dessa maneira, com duas leis tendo sido propostas.

A notícia foi repercutida pelo Criptomoedas Fácil na matéria Brasileiros da OriginalMy participam de grupo da ONU sobre casos de uso de blockchain.